terça-feira, janeiro 06, 2009

Coma Bastante frutas!!!!



Atender a recomendação diária de frutas nem sempre é tarefa prática. Elas precisam estar presentes no cardápio todos os dias, representadas por três a cinco porções. Atingir este consumo é fundamental para que o organismo obtenha fibras, água, vitaminas e minerais suficientes para manter as suas funções diárias , ressalta a nutricionista funcional Patrícia Davidson.
A especialista da clínica que leva seu nome afirma que a variedade também é importante. Cada fruta se destaca por um tipo de vitamina ou mineral, e tem variações na quantidade de água .Para ficar em dia com as recomendações e garantir todos os nutrientes necessários para o bom funcionamento do seu organismo, vale mesclar as frutas in natura com alimentos que contam com a participação delas.
Sucos naturais, geléias, frutas secas e até mesmo sorvetes são maneiras diferentes de consumir as porções diárias, variando no sabor. Patrícia alerta, no entanto, que algumas regras devem ser seguidas para que a equivalência seja eficaz. Os sucos, por exemplo, precisam ser naturais e não podem ser coados. Quando passados pela peneira, diversos benefícios das frutas, como as fibras necessárias para o funcionamento do intestino e para a manutenção da glicose e do colesterol, são perdidos.
A orientação é para que, além de optar por sucos naturais, a ingestão seja feita logo depois do preparo , ressalta a responsável pela equipe nutricional do Minha Vida, Roberta Stella, sobre mais um fator que exige atenção. Ela explica que as vitaminas hidrossolúveis, como a vitamina C, por exemplo, são facilmente perdidas. Por isso, quanto menor for o intervalo entre a preparação e o consumo, melhor o aproveitamento.Os sorvetes também devem ser obtidos das próprias frutas para que as vantagens se aproximem das frutas in natura. Roberta alerta, porém, para a presença de açúcar e gordura na composição deles.
Quando o foco são as geléias, o alarde feito por Patrícia Davidson é sobre a quantidade de adoçantes que muitas delas apresentam. Procure as geléias sem açúcar, mas certifique-se também que elas não sejam repletas de adoçantes. Eles fazem com que o produto perca a característica natural. Escolha geléias que sejam doces apenas pelo sabor da fruta , orienta.
Ainda de acordo com Patrícia, para as geléias contribuírem nutricionalmente com a alimentação, devem ser consumidas todos os dias, pelo menos, na quantidade de uma colher de sopa. Mas a geléia não deve substituir todas as porções de frutas do dia. Pode ser trocada apenas uma vez, porque apresenta uma grande perda de nutrientes no preparo . Mesmo assim, o doce vale como opção para dar sabor a alimentos como bolachas, pães e torradas.
Já a desvantagem das frutas secas é que elas não apresentam a mesma variedade das versões in natura. Goiaba, carambola e morango são exemplos de saquinhos que você não encontra nas prateleiras dos mercados. Patrícia diz que as frutas secas precisam ser bem acondicionadas para manter as características nutricionais das versões naturais. Guarde dentro de potes hermeticamente fechados na geladeira. Isso ajuda a evitar a deterioração por fungos e mantém a qualidade nutricional do produto , aconselha.
Ao consumir a forma desidratada das frutas, atente para os excessos. Segundo Roberta Stella, eles são mais facilmente cometidos quando a quantidade de água dos alimentos é reduzida. Além disso, apesar de práticas e ótimas para os lanches intermediários, as frutas secas apresentam mais calorias que suas versões naturais. Aposte em sucos poderosos Para aproveitar não só os nutrientes dos sucos, mas também a potente combinação de ingredientes funcionais, Patrícia indica as seguintes receitas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contador de Visita