terça-feira, fevereiro 03, 2009

Reduzir medidas, afinar a cintura e acabar com a celulite? Beba chá!


Oi migas! achei esse blog onde encontrei dicas maravilhosas sobre chás
http://contandopontos.blogspot.com
É tudo o que você sempre quis: efeito de tratamento estético em casa, sem perder tempo nem gastar muito. É só escolher as ervas certas.

Mas você precisa facilitar o trabalho das ervas. E, para isso, é preciso combiná-las a uma dieta também desintoxicante. Não adianta você tomar um chazinho e se entupir de fritura, açúcar, sal e comidas super industrializadas, carregadas de sódio, corantes e conservantes. “O consumo excessivo e sistemático desses alimentos colaboram para que o corpo armazene toxinas e radicais livres, que se traduzem em gordura localizada, celulite e envelhecimento precoce”, completa a nutricionista. Além disso, esses ladrões de energia acarretam o acúmulo de metais pesados como alumínio e chumbo. São substâncias que agridem especialmente o estômago, a vesícula e o fígado, o que também pesa na balança. Portanto, evite-os enquanto estiver usando as ervas.

Só tenha o cuidado de variar as ervas, que devem ser mudadas a cada 30 dias. “Embora não tenham contra-indicações, não se deve usar nenhuma erva por um período muito prolongado”, orienta o médico. “Apesar de não ter contra-indicações, não é bom usar a mesma planta por muito tempo”, alerta José Alvarenga Macedo, professor da Universidade de Minas Gerais (UFMG), em Belo Horizonte, e cirurgião especializado em medicina estética e fitoterapia.

Está provado que alguns grupos de plantas têm funções redutora de peso, desintoxicante, digestiva, diurética e calmante. E que a ingestão delas ajuda a eliminar gordura e toxinas do organismo. "Quando imersas em água quente, liberam princípios ativos que agem no metabolismo, regulando suas atividades e acelerando o processo de emagrecimento", diz Gino Françozo (SP), especialista em medicina ortomolecular e Ph.D. no estudo de chás. Isso quer dizer que o famoso chá verde e as tradicionais carqueja, cavalinha, laranja-amarga e capim-limão têm realmente o poder de enxugar os excessos da silhueta

Segundo o fitoterapeuta Alexandro Botsaris (RJ), o efeito redutor das ervas provém especialmente da sensação de saciedade que elas provocam. "Determinados tipos são ricos em fibras solúveis e, por isso, absorvem muita água, formando um tipo de gel que, ao cair no estômago e no intestino, preenche os espaços, dando a impressão de volume, de barriga cheia. Daí, você sente menos fome", afirma o expert. Outro motivo pelo qual os chás afinam vem da ação diurética que alguns possuem. "Ao promover a drenagem de líquidos das células, diminui o peso corporal e, conseqüentemente, abaixa o ponteiro da balança", complementa Alexandro.

Todas as ervas foram testadas e aprovadas pelo médico ortomolecular e nutrólogo Gino Bruno Françozo, da Clínica Unique System, em Americana (SP), que, em parceria com o botânico Walter Accorsi, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq-USP), em Piracicaba (SP), também dividiu-as de acordo com a ação no organismo. Daí a classificação de cinco grupos: emagrecedoras, calmantes, digestivas, diuréticas e desintoxicantes. “Dificilmente o peso extra está relacionado apenas a um problema. Então, a recomendação é usar ervas de grupos diferentes numa mesma infusão, atacando as gordurinhas por todos os lados”, diz Gino.

A medida:
Seis xícaras diárias. Essa é a medida de chá recomendada nesta dieta. Mas, se você quiser mais, fique à vontade! O importante é não deixar de ingerir uma xícara de cinco a dez minutos antes de cada refeição, incluindo café da manhã, ceia e lanche. Dessa forma, além do efeito terapêutico da erva, o chá dá uma sensação de saciedade, amenizando a fome, o que facilita controlar a quantidade de comida colocada no prato.

Quantas ervas usar no chá? Pode ser uma, duas ou todas de um mesmo grupo (veja abaixo). Também é permitido combinar ervas de grupos diferentes. No caso de você ter retenção hídrica e intestino preso, por exemplo, faça um mix de ervas diuréticas e digestivas. Alfafa e hortelã, segundo o doutor Gino, são curingas – desintoxicante e aromática, respectivamente, merecem entrar em todas as combinações. Ele divide as ervas em grupos de acordo com os princípios ativos e sua ação no organismo.

o jeito certo de fazer
Para garantir o efeito terapêutico do chá, você deve ferver a água, juntar a erva ou especiaria e deixar levantar fervura. Desligue o fogo e abafe por 15 minutos. Coe e beba quente, morno ou gelado — sem açúcar ou adoçante.

Medidas: use uma colher de sopa de cada erva para um litro de água. Se a erva for fresca, triplique a medida.

Armazene o chá em um recipiente de vidro. Dura no máximo dois dias na geladeira.
Tanto faz tomar chá quente, morno ou gelado. O efeito é o mesmo.
Tome-o puro, sem adoçante. No entanto, se não conseguir, acrescente o mínimo de açúcar dietético.
Não beba menos de seis xícaras de chá por dia, 15 minutos antes de cada refeição e lanche.
Um alerta: não misture mais de dois extratos de cada grupo, sob o risco de fazer mal à saúde. Se administrados de forma errada podem apresentar grau de toxicidade alto. Grávidas e lactantes jamais devem ingerir qualquer chá sem antes consultar o obstetra. Também não faça uso contínuo dos chás, evitando assim transtornos no metabolismo. Os do tipo laxante, por exemplo, podem provocar desidratação. O certo é tomar por 30 dias, fazer uma pausa de uma semana e voltar a consumir uma outra erva do grupo. É fácil encontrar a matéria-prima em casas de produtos fitoterápicos ou homeopáticos e em mercados municipais, que costumam vendê-los a granel. Conheça abaixo as classes em que as plantas se subdividem:


DIURÉTICAS: o fim da retenção hídrica
Esses produtos naturais atuam nos rins e na glândula supra-renal. Inibem um hormônio chamado cortisona, que impede a perda de peso.

CAVALINHA - (Equisetum arvense): é diurética e desintoxicante
DENTE-DE-LEÃO - (Taraxacum officinalis)
ABACATEIRO - (Persea americana)
QUEBRA-PEDRA - (Phyllantus niruri)
CABELO DE MILHO - (Zea mays)
SABUGUEIRO - (Sambucus nigra)
CARQUEJA (Bacchris trimera Less): tem efeito diurético e diminui os níveis e açúcar no sangue.
GUAÇATONGA (Casearia sylvestris): ativa a digestão das gorduras e tem ação diurética.
SETE-SANGRIAS (Cuphea balsamona): é diurética e levemente laxativa.
CARQUEJA (Bacchris trimera Less): tem efeito diurético e diminui os níveis de açúcar no sangue.
FUCUS (Fucus vesiculosus): de ação diurética e laxante.
MALVA (Malva sylvestris): de ação diurética e laxante, dificultam a absorção da gordura pela corrente sanguínea), além de estimular a glândula tireóide.
SENE (Cassia angustifolia): de ação diurética e laxante, dificultam a absorção da gordura pela corrente sanguínea, além de estimular a glândula tireóide.
SALSA (Petroselium sativum).


DIGESTIVAS: Indicação - Prisão de ventre: intestino regulado e barriga lisinha
Esse grupo tem elementos que regulam as atividades do fígado. Assim, a bílis, produzida por esse órgão, passa a quebrar a gordura em moléculas menores, facilitando sua absorção pelo intestino. Com essa 'forcinha' as comidas mais pesadas, como carnes e gorduras em geral, não ficam paradas no estômago e, assim, não causam a sensação de estufamento e azia.

CÁSCARA-SAGRADA - (Rhamnus purshiana): regula o intestino.
CHAPÉU-DE-COURO - (Echinodorus macrophyllus)
ZEDOÁRIA - (Curcuma zedoaria): regula o intestino e desintoxica.
HIBISCO - (Hibiscus sabdariffa): têm ação digestiva, dificultando a retenção de líquido, importante fator de aumento de peso.
PSILIUM - Psilium (Plantago psyllium): regula o intestino.
FUCUS (OU FUCO) - (Fucus vesiculosus)
BOLDO DO CHILE: têm ação digestiva, dificultando a retenção de líquido, importante fator de aumento de peso.
ESTÉVIA: têm ação digestiva, dificultando a retenção de líquido, importante fator de aumento de peso.
FLORES E FRUTAS: têm ação digestiva, dificultando a retenção de líquido, importante fator de aumento de peso.

DESINTOXICANTES: Indicação - Eliminar toxinas.
Desempenham o papel de faxineiras do organismo, à medida que captam as toxinas (substâncias responsáveis por desequilibrar as funções das células e ocasionar o aumento de peso) e tratam de eliminá-las através da urina, do suor ou das fezes.

ALFAFA - (Medicago sativa): desintoxica.
BUGRE - (Cordia salicifolia)
SALSAPARRILHA - (Smilax sp)
CHÁ VERDE - (Camelia sinensis): estimula a digestão e facilita a queima de gordura. (Veja o especial no blog)
ESPINHEIRA-SANTA - (Maytenus ilicifolia): desintoxica.
BARDANA - (Arctium lappa): desintoxica.

CALMANTES: Indicação - Ansiedade.
As ervas interferem no sistema nervoso, trazendo sensação de tranqüilidade e calma. Isso ajuda a dar adeus à compulsão.

ALECRIM - (Rosmarinus officinalis): ativa a circulação, combate os radicais livres e controla a ansiedade.
CAPIM-LIMÃO - (Cymbopogon citratus): facilita a digestão e reduz a retenção de líquidos.
HORTELÃ - (Mentha piperita): controla a ansiedade
MELISSA - (Melissa officinalis): controla a ansiedade.
CAMOMILA - (Matricaria chamomile): controla a ansiedade.
JASMIM - (Jasminum officinalis): controla a ansiedade.
MULUNGU - (Erythrina mulungu): controla a ansiedade.
ANIZ - (Pimpinella anisum): controla a ansiedade.

EMAGRECEDORES: Indicação - Facilitar o emagrecimento.
Atuam nos rins, fígado e intestino, regulando as atividades desses órgãos e acelerando o metabolismo. Agem na quebra dos lipídios, que são eliminados pelas fezes. Algumas dessas ervas também têm efeito laxativo.

ALFAFA - (Medicago sativa)
CAVALINHA - (Equisetum arvense)
CANA-DO-BREJO - (Costus spicatus)
CARQUEJA - (Baccharis trimera)
CAPIM-LIMÃO - (Cymbopogon citratus). Também facilita a digestão e reduz a retenção de líquidos.
GRAVIOLA - (Anona muricata)
GENGIBRE (Zingiber officinale): dá saciedade e acelera o metabolismo.
LARANJA-DA-TERRA (Citrus aurantium): aumenta o ritmo do metabolismo e estimula a digestão.

PARA COMBATER A CELULITE

HAMAMÉLIS (Hamamelis virginiana): tem ação antiinflamatória e reduz a retenção de líquido e gordura responsáveis pela celulite.
CASTANHA-DA-ÍNDIA (Aesculus hippocastanum): melhora a permeabilidade dos vasos e diminui o inchaço.

O que você deve evitar para potencializar a dieta.

• Combinar dois tipos de carboidrato numa mesma refeição, como arroz e batata.
• A única parceria permitida é o arroz e feijão. Afinal, a dupla é típica no prato do brasileiro.
• Usar muito sal. Esse tempero deve ser praticamente descartado, pois faz o corpo reter líquido.
• Prefira ervas e especiarias como orégano, alecrim, salsa, dill.
• Consumir alimentos refinados (arroz, pão, macarrão e biscoito feitos com farinha branca). Eles são rapidamente absorvidos pelo organismo, estimulando o pâncreas a liberar muita insulina – hormônio que contribui para o acúmulo de gordura.
• Comer e dormir. Espere pelo menos uma hora e meia depois do jantar para ir se deitar.
• Ingerir bebida alcoólica, pois é muito calórica.

5 comentários:

  1. Alguem ja testou estes chá alem dos Doutores que aparecem na reportagem, se testaram como foi o resultado

    ResponderExcluir
  2. Sim é muito bom principalmente os calmantes mas precisa de diciplina se não...,não funciona.
    boa sorte! e continue tentando

    ResponderExcluir
  3. tenho pisão de ventre e axo q estou com retenção liquido o q devo tomar?

    ResponderExcluir
  4. acho qe vc deve timar um lacto-purga....

    ResponderExcluir
  5. Eu amo, adoro chás, me fazem muito bem e emagrecem mesmo!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir

Contador de Visita